Um ano para fazer mais

365 dias se passaram e renderiam no mínimo duas temporadas de um seriado, com suspense, comédia e ação, um ano após o outro você aprende algo que leva para a vida toda. Sendo assim, vamos à lição que 2014 deixou: O ano do mais.
Deu para perceber que alguns projetos vão exigir mais dedicação, e algumas promessas precisam de algo mais do que apenas o pensamento positivo para virar realidade.
A lista daquilo que não se deve repetir já tem itens novos, e alguns foram duplicados de outros anos, mas tudo bem, esses grifamos para ter certeza que em 2015 não irão acontecer.
Sobre as felicitações, resolvi mudar um pouco, e além de positividade desejo também coragem, para que consiga fazer o que for preciso, e aumente sua lista de desejos realizados.
Quanto mais você arrisca, mais chances tem para tudo dar certo. Feliz Ano Novo!


TCC

Já reparou como TCC parece com TIC TAC, sim aquele som do relógio, não é a toa que o tempo parece voar durante esse período.
Aliás, no decorrer desse caminho você vai lidando com todas as situações imagináveis, e quem diria que encontraria uma saída tão alternativa para elas.
A gastrite vai virar sua aliada naquela dieta que não ia para frente, e sempre desandava no final de semana.
O café, você não sabe como viveu sem ele até hoje, compra todas as canecas criativas que encontra e um dia sem ele te causa dor de cabeça.   
A insônia vai te mostrar que a vida noturna pode ser inspiradora, e que todos aqueles barulhos que você ouvia durante a noite, e achava que havia seres mal assombrados andando pela casa, continuam sem explicação, já que mesmo com você acordado até tarde e com a luz acesa, eles não param de acontecer.
A distração pode ser domada com um simples fone de ouvido, após um longo tempo de TCC você vira um aprendiz de DJ, sabe o top hits do momento e seus amigos começam a consultá-lo, para saber quais são as melhores músicas e as colocam na playlist da próxima festa.
O prazo (ou o pouco que resta dele) irá revelar aquele talento escondido que nem mesmo você sabia que tinha, pode ser desenhista, pintor, arquiteto, designer de interiores, cozinheiro, escritor, entre outras habilidades. Não se desespere, você tem um plano B para a vida.
Àquilo que alguns chamam de loucura, vamos chamar de inspiração, criatividade ou coisas desse tipo, e ainda sobre dar novo sentido às palavras, considere “sumido” um sinônimo de focado e empenhado.
O que é bom fica para o final, o momento em que você não sabe se está feliz, aliviado ou orgulhoso. Não dá para listar tudo o que acontece, mas quem passa por um TCC pode contar histórias capazes de render um livro ou voltar a escrever em um blog.


Último Som

Nós já passamos por tanta coisa que não consigo escolher o melhor ou pior momento.
Quando estamos juntos eu me sinto em paz, consigo organizar meus pensamentos, aliás, gostaria que soubesse que sem você aqui demorei o dobro (ou o triplo) do tempo para escrever esse texto.
De certa forma eu sabia que iria me deixar,  já dava sinais, falava baixinho e às vezes sua voz sumia, mas preferi não me preocupar, pensei que fosse algo passageiro, só que passando os dias foi ficando frequente.
Começamos mais um dia, você e eu, e no meio do caminho pude ouvir as pessoas ao meu redor falando, barulho de carros e outros ruídos.
_ Como assim meu fone quebrou?
E foi assim que me deixou sozinha em um dia barulhento, com metade de imaginação e disposição, resta agora te substituir por outro fone, que um dia também irá quebrar.

Já se foram cinco fones e ainda não me acostumei, seria uma traição andar com um reserva na bolsa, então espero até o último som, aí sim chega a hora de partir para outro... novos ares, novos momentos.


Imprevisível

Algumas coisas nessa vida não deve se documentar seja com uma foto ou qualquer forma escrita.
A melhor sensação não é olhar algo e lembrar, e sim fechar os olhos, lembrar, e pensar: Não acredito que isso realmente aconteceu. É o tipo de coisa que contando ninguém vai acreditar, mas desde quando precisamos provar e comprovar tudo que acontece?
O espontâneo não conta com ensaios antes de fazer e nem segunda chance depois de feito, se ao escrever algo paramos, olhamos, pensamos e apagamos ou reescrevemos de outro jeito, é algo calculado.
Não dá para fazer tudo apenas por reflexo, no bate e volta, mas às vezes é bom abrir uma exceção, embora na prática não seja tão simples assim. Mas podemos começar tentando desde já, oportunidades neste mundo não vai faltar ele é grande, cheio de gente e cheio de fatos, em algum momento vai dar certo experimentar essa sensação, e quando isso acontecer nada de abandonar a missão no meio caminho, lembre-se: Não haverá reprise dos melhores momentos.

Mesmo que seja algo calculado não podemos prever a reação do outro, então não seja você mais um previsível. 


Surprise

Ser surpreendido é o tipo de coisa que faz o dia ficar melhor, no meio de uma confusão de sensações, uma coisa tão simples te faz lembrar o que você pode ser.
Alguns acham que pessoas que surpreendem as outras passam por picos de loucura, não importa, eu não sou um exemplo de sanidade.
Chamar atenção andando pela rua com um sorriso no rosto aparentemente sem motivo, faz com os outros me olhem de uma maneira estranha, mas não vou culpá-los, eles não sabem a lembrança que estou tendo agora.
Poderia acontecer sempre... se bem que tornar isso uma rotina acaba
ria​ com a melhor parte: a surpresa. Então vamos deixar assim, acontecendo quando menos se espera.
​Um dia comum, um feriado, um dia frio, um dia quente, dias nublados, com chuva, com vento, dias de tédio, ou até mesmo uma segunda-feira. Seja como for vale o pedido ao senhor tempo: surpreenda-me. 


Memoriam

Uma dúvida que sempre aparece: é melhor uma memória forte ou fraca?
Cada um tem um tipo, mas se é o melhor ou não, depende muito.
Uma memória forte não vai te deixar esquecer nada, vai lembrar todos os detalhes, sem separar entre coisas boas e ruins. Embora algumas vezes nessa vida seria ótimo um reset para esquecer algumas coisas.
Já a memória fraca vai deixar passar muitas coisas, e até perder outras porque se esqueceu de fazer, falar, ligar, anotar... Sempre sem separar o bom e o ruim, mas o fato de esquecer o ruim facilmente é um ponto positivo.
Resta aprender a viver com o tipo de memória que temos, não dá para vender, trocar ou emprestar.
Para garantir a lembrança de um momento por mais tempo uma boa foto serve, e para esquecer os ruins, uma tarde de risada com os amigos dá conta do recado.