Último Som

Nós já passamos por tanta coisa que não consigo escolher o melhor ou pior momento.
Quando estamos juntos eu me sinto em paz, consigo organizar meus pensamentos, aliás, gostaria que soubesse que sem você aqui demorei o dobro (ou o triplo) do tempo para escrever esse texto.
De certa forma eu sabia que iria me deixar,  já dava sinais, falava baixinho e às vezes sua voz sumia, mas preferi não me preocupar, pensei que fosse algo passageiro, só que passando os dias foi ficando frequente.
Começamos mais um dia, você e eu, e no meio do caminho pude ouvir as pessoas ao meu redor falando, barulho de carros e outros ruídos.
_ Como assim meu fone quebrou?
E foi assim que me deixou sozinha em um dia barulhento, com metade de imaginação e disposição, resta agora te substituir por outro fone, que um dia também irá quebrar.

Já se foram cinco fones e ainda não me acostumei, seria uma traição andar com um reserva na bolsa, então espero até o último som, aí sim chega a hora de partir para outro... novos ares, novos momentos.