Quem dera fosse apenas filme

É quase que impossível não pensar ou comentar um dos assuntos do momento:a água, no caso, a falta dela. Parece que estamos participando de uma daquelas produções de Hollywood sobre desastres naturais, mas confesso que não gostaria de estar entre os indicados para o Oscar.
Os amantes de filme sabem como é a história, tudo vai indo bem na cidade, quando uma pessoa descobre que está acontecendo algo que irá prejudicar a todos, mas se depara com alguém tentando impedir que o assunto se espalhe e crie pânico, dizendo que a situação não fugirá do controle, mas quem está assistindo sabe que não é bem assim.
Coincidência? Não duvide mais daquele “baseado em fatos reais” que aparece no início de alguns filmes.
“Pequenas atitudes podem ajudar o mundo”, sim todo drama tem um momento clichê, mas sabemos que esta frase é uma realidade, a prova disso seria pedir uma rápida listagem de atitudes que ajudem na atual situação, de imediato você deve ter lembrado no mínimo duas.
Mudando um pouco de gênero e indo além das fronteiras, encontramos a ação, com bombas, mísseis e guerras acontecendo por aí, mas não são à base de efeitos especiais e personagens imortais.
Talvez um filme de aventura, onde os personagens buscam uma nova terra, onde possam recomeçar suas vidas felizes para sempre, mas aparentemente não existe um lugar para começar do zero.
Se estivesse falando de um filme não seria legal contar o final, porém, parece que estamos no meio de um seriado, então o jeito é participar da ação agora ao invés de ficar esperando a próxima temporada.