6 Dúvidas que todo mundo tem

           1-      Vejo mais um episódio ou vou dormir?
Amanhã vou estar com sono mas um café pode resolver isso, já contra os spoilers não haverá defesa. 



           2-      Está frio ou calor?
Você acaba de acordar e o dilema é: Sair agasalhado e passar calor ou sair com roupa de verão e passar frio?! Bem vindos à São Paulo.



           3-      Xingo agora ou depois?
Porque às vezes as pessoas não facilitam a convivência. 



           4-      Desisto ou continuo?
Está difícil, mas vale a pena, mas se não deu certo é porque não era pra ser, porém não devemos parar de lutar... óh céus!



          5-      Desço do ônibus ou não?
Se for a pé chego primeiro porque está muito trânsito, mas se eu descer agora o ônibus vai andar. ( 15 minutos depois). Não vai andar, vou descer e pronto.
_ ARREPENDIDO ESTOU!




           6-      O que eu ia fazer mesmo?
O que eu vim fazer na cozinha? Deixa pra lá, já que estou aqui vou aproveitar e pegar um pedaço de doce, cadê o doce?




Vamos combinar um dia para ficar a toa

Eis o plano: Nos encontramos na estação de trem e de lá decidimos para onde ir, pode ser durante a semana no final do expediente ou em um sábado a tarde.
O combinado vai ser uma foto apenas para registrar o momento e depois disso quem pegar o celular de novo vai ter que pagar a conta.
Talvez eu não tenha tantas novidades para contar e nem você, mas a amizade permite que o silêncio não nos incomode. Vamos escolher uma mesa que fique na janela, assim qualquer um que passe pela rua pode virar assunto, é bem provável que tenhamos que pedir outra cerveja para acompanhar a conversa e driblar o olhar do garçom.
A intenção era uma mesa para quatro pessoas, mas é difícil conseguir bater os horários, não tem problema, voltaremos outro dia para experimentar aquela cerveja artesanal que está em destaque no cardápio, aproveito para fazer minha revanche lembrando de coisas que já passamos e dizendo que você está ficando velha por não fazer ideia do que estou falando.  
Ah precisamos fazer isso mais vezes! Porém, sabemos que só daqui um mês ou mais iremos conseguir repetir este encontro, até lá vamos trocando fotos idiotas e vídeos por um aplicativo qualquer, principalmente naquele momento onde temos certeza que o outro não pode rir.
Na mesa ao lado as pessoas fazem uma cara estranha sempre que escutam parte da conversa, não que elas sejam estranhas,mas não pode ser normal alguém se divertir com tão pouco como nós, sempre foi assim e de verdade, essa é a sorte que temos. Quer saber o que mais? Não estou nem ligando se acham que vamos passar vergonha, quanto mais alta for a nossa risada melhor.



Estações fora de época

Seria óbvio começar dizendo que no Brasil não temos neve como em outros países por aí, porém ninguém sabe as estações e sensações térmicas que você consegue despertar em uma pessoa. Meteorologista nenhum conseguiria acertar.
Julgaria como o verão, aquela tal estação quente onde todos procuram viver intensamente, juntando histórias para contar durante o resto do ano e combinam com os amigos o sigilo sobre tudo que passou.
Não importa quantas blusas use no inverno, quando está muito frio é impossível não bater os dentes e tremer, isso vale também para pessoas frias, na verdade, que tentam ser frias parece mais prático, mas não é nada fácil.
Primavera é sinal que já passou da metade do ano, o que fiz até agora além de imaginar diálogos? Quem vai saber além de uns arquivos de texto e uma velha agenda? Talvez o cachorro que por acaso estava deitado no tapete e ouviu alguma risada ou palavra que tenha escapado um pouco mais alto.
Porém, todo outono é a mesma coisa, aquele clima cinzento acompanhado de pensamentos que não deixam ninguém dormir direito, depois de perder o sono é recomendado não acender a luz e nem procurar fotos. É a estação onde percebo que o certo mesmo a se fazer seria não dizer nada, desculpe por essas palavras que saíram, mas não tenho culpa se Outubro é primavera.




6 verdades sobre assistir um filme

   1- Transformar a sala/quarto em um cinema de luxo
Não é um simples filme, é aquele que você assiste 30 vezes e não enjoa. É preciso ter tudo ao seu alcance para anular as chances de pausá-lo, e após o play o silêncio irá reinar nesta casa.


   2- Volta essa cena!
Você não perdeu a cena, mas ela era tão boa que mereceu um replay, o cara dos efeitos especiais realmente caprichou.



   3-  Teve certeza que iria levar um susto
Ai meu coração!



   4-  Havia um cachorro
Ele chegou aos poucos roubando a cena



Você se apegou



Algo terrível acontece com ele


   
   5- Comentou sobre tudo e mais um pouco
Como bom espectador comenta tudo que acontece, ao ponto de ser convocado para completar a equipe de júri do Oscar. 


   6-  The End
Desistiu de aconselhar os personagens pois nenhum deles seguiu seus conselhos, mesmo você tendo uma visão ampla da situação. O filme acabou e agora tanto faz se foram felizes para sempre ou não. 


Aproveite enquanto é noite

Lá estava Samy no quarto, prestes a dormir quando a insônia chegou e deitou ao seu lado.
Não é de hoje que ela aparece, e antes de pensar em motivos ruins para isso acontecer, às vezes era alegria demais que a impedia de dormir ou uma ideia que acabava de aparecer.
Alguns pensam em como redecorar a casa, a imaginação de outros vai além com ideias geniais que podem até render milhões. A insônia pode ser mais criativa do que parece.
Entre um pensamento alto e outro, dizia tudo o que sentia, talvez seja por isso que acabaram tornando-se companheiras de tantas noites, uma parte dos conselhos seriam colocados em prática assim que o despertador tocasse.
Enquanto riam de tudo o que havia sido dito, coisas boas e ruins, ela provou que também era discreta, Samy não percebeu que havia adormecido há pouco tempo e já era hora de acordar. Sempre vão existir pessoas assim, que acabam trocando o dia pela noite. Disseram a ela que isso não faz bem, que precisava descansar e noites bem dormidas resultam em bons sonhos, mas qual o problema em sonhar acordada? Era a garantia que no outro dia iria se lembrar de tudo e mesmo que amanhecesse não perderia a melhor parte do sonho, esse universo paralelo exigiu que ela fosse forte para conseguir segurar a risada entre uma história e outra enquanto andava pela rua até que de fato se tornassem reais.