6 situações que você só presencia no Natal

O Natal é esta época mágica do ano, quando saímos por aí distribuindo votos de felicidades e participando de comemorações. E como toda boa festa que se preze e causa mobilização de um grande número de pessoas, tem lá as suas peculiaridades... 

1- Amigo Secreto
É uma brincadeira aparentemente inocente, mas na hora de tirar o bendito do papelzinho com o nome do seu amigo é uma tensão tão grande, que você passa a saber exatamente como o Silvio Santos se sente a cada sorteio.

                                                
2- Os Presentes
Tão difícil quanto escolher o presente certo para presentear as pessoas que gostamos, é ter que sugerir o nosso próprio presente na lista do amigo secreto. Caso você não seja uma pessoa indecisa, por favor desconsidere este item.

 
3- Batalha de 300
Todos os lugares imagináveis estão cheios, tem gente para todos os lados querendo admirar a decoração de Natal e também aproveitar para comprar uma lembrancinha.


4- Fuvest de Natal - Primeira Fase
Esta época é cheia de reencontros e com eles os assuntos são colocados em dia, uma verdadeira prova de conhecimentos gerais: Como foi o ano? E os namoradinhos (as)? Está trabalhando? Só viajando hein? Cadê aquele seu amigo? E o vestibular, passou?


5- Pensadores Contemporâneos
"É pavê ou é pá cumê? Eis a questão."


6- Iguarias Culinárias
Sim, estou falando dela mesma. Essa delicinha que combina com o arroz, a farofa e o doce! A uva passa. 
Ah gente, ela não é tão ruim assim, o pessoal deve ter experimentado errado. Dá outra chance, poxa. Cadê o espírito natalino?!


Conta aí nos comentários o que mais você vive de bom/engraçado nesta época do ano?!

Boas Festas e Feliz Natal :) 

6 tipos de amigos que todo mundo tem

Ao longo da vida vamos juntando amigos (as) que estão presentes nos melhores e piores momentos. Cada um deles possui uma personalidade que de maneira incrível encaixa na nossa vida, é a parte que nos faltava, seja ela juízo, paciência ou qualquer outra coisa. 
Claro que não poderíamos deixar de listar alguns. Certamente dariam bem mais que 6 tipos.

1- O prático 
Não importa quão desesperador ou emocional seja a situação, este amigo sempre será o mais calmo e com certeza irá encontrar uma solução para o problema.



2- O promoter
Quando alguém pensa em onde comemorar o aniversário, uma promoção no trabalho, afogar as mágoas ou organizar uma despedida, sabe exatamente quem consultar para saber quais são os melhores bares, baladas e roteiros de viagens.


3- O plantonista 
A vida é uma caixa de surpresas e elas sempre acontecem em horários inusitados. Feliz aquele que tem um amigo para contar a qualquer hora do dia, da noite e madrugada. 



4- Diretor de cinema
Ele descobre filmes no Netflix que você nem fazia ideia que existiam, está sempre por dentro de todos os lançamentos de filmes e séries. Seu amigo é muito Black Mirror!!


5- Ator mexicano
Você me abandonou, está me trocando por esses novos amigos? Por que não me ama mais?
:/ Hey, conversa comigo?!


6- O atrasado 
O que diz "Já estou chegando" mas você sabe que no fundo ele acabou de levantar da cama.
Nas festas da sua família o pessoal nem pergunta mais "Fulano não vem?", todos já sabem que ele tem um pequeno problema com horários... Mas pense num coração bom?! <3


E aí, qual outro tipo de amigo que você tem mas não entrou nesta lista? Conta nos comentários para fazermos: 6 tipos de amigos que todo mundo tem - Parte 2   ;)




Pequeno imenso amor

Um ser tão pequeninho pode ser dono de um sentimento bem maior do que muitos achavam que poderia existir. 
A força de transformação que ele possui é capaz de mudar mais de uma pessoa, além de causar uma ansiedade que floral nenhum pode controlar. 
Sua chegada é como desembrulhar um presente aos poucos, descobrindo cada detalhe, desde a ponta do dedo do pé até o fio de cabelo que ainda é tão fininho. 
Olhando de longe parece ser frágil, mas não sei o que mais nesse mundo seria capaz de nos tornar alguém tão forte. Ainda pequenininha com apenas alguns centímetros, a sensação ao segura-la é como se o mundo estivesse por alguns instantes em minhas mãos. 
Não que eu fosse dona do mundo, mas é que aos poucos teria que te entregar e explicar como ele funciona, embora estejamos aqui a mais tempo ainda não sabemos ao certo como tudo acontece. 
Seu sono tranquilo é conduzido por leves movimentos nas mãos e alguns sorrisos, daria um bicho de pelúcia maior que você para saber com o que estava sonhando, mesmo sem descobrir acabo rindo também. 
Pelúcias, brinquedos cheio de cores, tecidos com diferentes estampas e sapatos com numeração mini chamam minha atenção no meio de tantas vitrines, desenhos e contos aos poucos vão tomar conta de toda a prateleira e passaremos noites viajando sem sair do lugar. 
Vou rever todos os filmes de quando eu era criança, escutar as bandas da moda adolescente e até ler o novo best-seller americano que tem grandes chances de virar uma sequência premiada do cinema, tudo para aproveitar ao máximo cada minuto com a minha afilhada. 
Quando você crescer verá todos os registros que fizemos, suas fotos ilustram "bom dia" e "boa noite", viram vídeos e textos, o assunto que rende horas, as melhores e mais espontâneas reações, os sonhos mais engraçados, a afinação de voz que supera a timidez, apelidos para lá de criativos e o amor mais puro que conheci até hoje.

Inspirado por Júlia. 
afilhada 











O mundo é uma caixa de achados e perdidos

A gente tem dessas de esquecer as coisas né? 
Talvez você que esteja lendo não concorde, é um daqueles com memória fotográfica e sentidos sempre alerta. Pois esse já não é o meu caso, porque certamente eu esquecerei de pegar algo no mercado na hora da compra, vou esquecer de falar algo importante em uma entrevista e na casa dos meus amigos tem um espacinho reservado em cima da cômoda para todas as coisas que deixo para trás depois de uma visita.
Para os que julgarem isso como falta de atenção, pode até ser verdade, mas garanto que não é proposital. 
Por outro lado, já pensou se pudéssemos escolher o esquecimento e aplicá-lo em todos os momentos ruins que vivemos? Certamente a recomendação seria: Use com moderação.
O fato é que algumas situações são capazes de nos ensinar muito mais do que era esperado por isso não podemos apagá-las de vez, é como ter um check list do que não deve ser repetido.
Provavelmente seria vendido como remédio, neste caso, acredito que estaria na fileira de remédios contra a insônia. Com a finalidade de atender aos sentimentos e lembranças, seu efeito não teria o mesmo resultado com coisas do dia a dia. Então a chave do carro continuaria sumindo na hora de sair, ainda iríamos perder a caneta na mesa do escritório e por mais que a dica já tenha sido dada por aquelas que estão atentas a tudo, não acharíamos a blusa preta na terceira gaveta.
A vida é esse grande achados, perdidos e esquecidos. É começar falando de um assunto e terminar falando de outro, é ficar feliz com reencontros, porque de tempos em tempos perdemos algumas coisas que pareciam indispensáveis, mas por outro lado vamos encontrando outras melhores que preenchem um vazio que tínhamos esquecido que existia.

Segunda-feira em 6 rounds

dia
Depois de dois belos dias de descanso eis que a segunda-feira chegou mais uma vez. Não tem como evitar, a não ser que alguém invente um feriado. Corre que ainda dá tempo! 
Caso contrário, nos resta lutar para sobreviver. 

Round 1
O despertador tocou! Então coloca o casaco e vai enfrentar o mundo.
Pensando bem tira o casaco, ou melhor, deixa ele na bolsa afinal, aqui é São Paulo. 


Round 2
Todos os meios de transporte são cheios, mas sempre cabe mais um: Pessoal vamos dar um passinho para trás por favor?!


Round 3
Chegando no trabalho basta organizar as prioridades que tudo vai correr bem. Sobra até um tempo para ir  à copa cumprimentar os colegas de trabalho.   


Round 4 
A prioridade 1 vai para a lona quando aparecer um problema que precisa ser solucionado até meio dia! 

Round 5
A hora do almoço chegou e começou a luta para decidir um lugar que todo mundo concorde, mas quando enfim escolhem, é um restaurante que você não gosta muito. 


Round 6
Depois de sobreviver a todas as provações deste incrível dia, nunca pense em comemorar o fim da segunda-feita antes da hora, por mais tranquilo que pareçam os últimos minutos, não abaixe a guarda. 




Além de fazer, ser do bem

Às vezes parece que o mundo desaprendeu como é esse tal negócio de fazer o bem. 
Esqueceu o que é um elogio sincero ou uma ajuda sem esperar nada em troca, apenas levando em conta o simples sentimento de partilhar. 
Parece também que as palavras viraram grandes tesouros que resolvemos guardar dentro de um baú, tipo aquele marcado com X em mapas antigos, sendo que deveriam estar por aí ajudando alguém a ter um dia melhor. 
Ah que coisa mais cafona! 
Eu sei! Também sei que tem tanta coisa que você queria dizer e está guardando, sei lá por quais razões, então não vamos nos julgar. Ok?!
Até porque o mundo anda cheio de especialistas nos diversos temas que se possa imaginar, e digo isso sem medo de pensar nos maiores absurdos. Embora muitas teorias sejam defendidas com força de vontade (mais força do que todo o resto, inclusive com uma quantidade baixa de respeito), a realidade possui uma margem de erro enorme, que vai além do que já estava calculado. 
Então muda o foco da intensidade, tira ela da discussão e foca em viver. 
Passe adiante as melhores sensações que tiver, não estamos falando de algo gigantesco como doar metade do seu prêmio da mega-sena, na verdade os bens materiais nem estão nesta lista, estamos falando de coisas simples e de preferência cheias de sinceridade, nada forçado ou inventado apenas para agradar. 
Faça o bem para alguém, mas deixe que ele venha de dentro ao estilo naturalmente, sim, tipo aquela música que talvez você tenha acabado de lembrar. Não espere um obrigado imediato, porque não estamos em um daqueles filmes de recompensas, então lembre-se do que realmente importa: sentir-se bem consigo mesmo!


À 100m segue reto toda vida

Coloca aquele tênis velho mas muito confortável, pega uma garrafa com água, os R$ 3,00 que estão no bolso e mata essa vontade de sair andando por aí sem rumo. 
Não precisa ter pressa, aproveita cada momento inesperado que aparecer, escuta a história de alguém que você conheceu no meio do caminho e depois conte à ela a sua, com todos os detalhes e comentários, o estranho viajante está na mesma condição que você e não na posição de juiz. 
O caminho pode ser mais proveitoso que o destino final, não tenha medo de se perder, quanto mais longo ele for, mais terá a nos ensinar. 
Desliga esse AppMaps cheio de rotas calculadas, segue a rota alternativa que seu tênis velho e pisoteado sugerir, desce uma estação antes e vai andando, olhe no rosto das pessoas que passam por você na rua, como cada uma é diferente e como os pensamentos parecem flutuar por lugares tão distantes dali. 
Leva o carro pra fazer um bate e volta, enche o pneu de areia ou de mato, tanto faz. Não precisa cravar uma bandeira no chão para provar que esteve lá. Respira fundo, coloca um sorriso no rosto daqueles que te faz fechar os olhos e enche a sua alma com aquela liberdade que estava quase acabando. 
Não pense duas vezes em jogar uma moeda para longe e fazer um pedido, exatamente como viu acontecer em algum filme. Os outros R$ 2,00 que sobraram vamos deixar bem guardados para a próxima, porque de tempos em tempos é preciso reabastecer a alma. 


Todo mundo nasce flor


Por vezes eu fui flor, daquelas com folhas desalinhadas e em tons de degradê que vão do claro ao escuro, mesmo a paisagem inteira da cidade optando por cores neutras como cinza, preto e branco.  Mas estar neste mundo para colorir não é uma escolha que fazemos no decorrer da vida, todo mundo nasce flor.
Pode ser em um jardim ou em um vaso de barro que é colocado em um ponto estratégico da casa, onde pode sentir o vento bater todos os dias trazendo o perfume e o pedaço de outras flores. Algumas combinam com a gente, então guardamos uma folha para que o próximo vento não leve embora. Outras não combinam tanto, porém espinhos são mais pesados que pétalas ou folhas, então acabam ficando por um período maior já que, a ventania precisa ser mais forte que o habitual para leva-los longe.
Enquanto flor no vaso fui levada a muitos lugares, em compensação quando estava na terra o lugar surgiu ao meu redor. Não faz muita diferença, em ambas sempre será preciso mudar e adaptar.
É preciso um regador cheio de histórias, daquelas que possam virar música, verso ou tatuagem. Só assim para animar as coisas nessa cidade cheia de horários e rotinas que não podem ser quebradas. Esse equilíbrio que criaram não tem nada a ver com aqueles de livros que vimos no ensino fundamental, onde a natureza era quem parecia dar as cartas.
Sempre gostei de ver outras flores, ramos, galhos e plantas é interessante a forma como tentam manter a harmonia mesmo depois de terem sido tirados da terra e levados para outro lugar, afinal, na essência todo mundo nasce flor.


Felicidade meu bem, é para quem sabe sentir

Não adianta dizer da boca para fora que está feliz, se por dentro não estiver sentindo nada de diferente.
Pode ser a coragem de seguir com uma ideia que estava parada a tempos, sentir que está no caminho certo onde nada pode te impedir de aproveitar cada minuto ou aquela sensação de borboletas no estômago. Cada um vai reagir de um jeito, mas existe um ponto em comum: ninguém aceita vender a felicidade, não existe valor com múltiplos zeros que valha a pena. 
Parece clichê dizer que ela pode estar nas coisas mais simples da vida como, por exemplo, conseguir um lugar para sentar no trem depois de um dia difícil ou um banho de chuva enquanto andava despreocupado por um parque em um fim de semana qualquer. Para você isso pode significar alguma coisa, para as outras pessoas pode não significar nada. 
Não existe uma combinação exata que garanta a felicidade, não sabemos a forma que ela pode assumir, vai depender de cada situação e quando a compartilhamos se transforma novamente em algo inesperado, quem sabe uma outra pessoa não fique feliz depois disso? 
É como se fosse um ciclo então não fique com medo de passar adiante, se entregue e desapega dessa expectativa baseada em uma fórmula, porque aqui nem sempre 2+2 é igual a 4, não faça de qualquer jeito achando que já contribuiu com a sua parte, já dissemos aqui que as coisas se modificam, então é  preciso participar sempre mas de maneiras diferentes. 



Um brinde ao Café!


Já bebi café por desespero achando que fosse me trazer ideias e realmente funcionou.
Tentei fazer o mesmo para afogar lembranças, algumas sumiram mas outras continuaram lá, então tentei reinventar a receita, para conseguir ocupar o restante da minha imaginação que já havia espantado o sono.
Foi um ótimo passatempo nos momentos em que o tédio reinava, um pretexto para rever pessoas especiais e o responsável por me fazer conhecer novas, que também apreciavam aquele aroma capaz de chegar longe.
Ah se essa caneca de café falasse! Afinal, uma xícara acaba muito rápido, sem contar que o espaço para brincar com o restinho de pó que fica ali no fundo é bem maior em uma caneca.
Já fingi ler a borra do café, porém nenhum desenho se formou, fazendo com que me sentisse um pouco louca, mas ao olhar para a mesa da frente, o rapaz dava um gole na xícara com os olhos fechados deixando todo o vapor parar na lente dos óculos, a moça da mesa ao lado olhava fixamente para o café com o pensamento bem distante dali e o balconista parecia trabalhar em uma grande obra de arte, decorando com cuidado a próxima bandeja que seria levada. E assim, percebi que em uma cafeteria cada reação é considerada bem mais que normal, é habitual.  



Obrigada preguiça!

Pode ser que em algum momento você tenha ouvido falar que fulano é preguiçoso, e em seguida ocorreu uma palestra sobres os malefícios deste estilo de vida.  Mas acredite, ele não é tão ruim assim.
Sabe quantas vezes um preguiçoso deixou de arrumar confusão? Quantas brigas e discussões já foram evitadas graças a esse sentimento que tem má fama? Tudo nessa vida tem um lado bom e outro nem tanto assim.
Este sentimento te faz pensar antes de fazer um grande esforço, e é assim que você acaba descobrindo que algumas coisas não valem a pena, é quando não encontramos um motivo que nos faça passar por essa barreira. Dá para chamá-la de termômetro? Talvez.
Sobre o lado ruim nem vou comentar, ele já é bem famoso e todo mundo conhece. Mas é que de vez em quando vale tentar olhar as coisas por outro ângulo, vai que conseguimos tirar um proveito da situação.
Preguiçoso tem um coração imenso, prefere dormir 12 horas seguidas a ficar arquitetando uma briga. Além de ser uma pessoa decidida, com certeza ele levará a sério o que passar pela peneira da preguiça, ela elimina o que era apenas empolgação. 
"Ah mas isso é enrolação sua"
Não é! E digo isso com muita sinceridade, até porque fingir alguma coisa dá muito trabalho, então, sejamos práticos. 


Esqueça a pilha do relógio

Que “tudo é uma questão de tempo” todo mundo já ouviu e falou. Em seguida sentou acomodado em um sofá dando uma espiada no relógio e ficou repetindo isso esperando o momento certo para qualquer coisa aparecer ou sumir.
Talvez não tenham formulado a frase muito bem, ou com o passar dos anos ela foi resumida. Porque “tudo é uma questão de quanto tempo levaremos para agir”. E não me venha com aquela desculpa que nada deu certo nessa vida, vai ver o que faltou foi mais tempo no seu planejamento, ou mais dedicação naquela missão.  
De acordo com pesquisa nenhuma, sem dados estatísticos para comprovar nada, você precisa parar de desperdiçar seu tempo com coisas chatas que resultam em cabelos brancos, vontade nenhuma de permanecer mais de cinco minutos no mesmo lugar ou te impeça de encontrar os amigos e rir de qualquer assunto aleatório. Invista em passar mais tempo fazendo aquilo que te deixa feliz, da sua maneira, sem buscar aquele padrão de felicidade que até agora nenhum instituto renomado de pesquisa conseguiu definir ou colocar em um frasco para vender.
Felicidade para você pode ser resumido em 12 horas deitado fazendo nada, mas não te julgaria se for do tipo que não consegue passar 12 minutos parado. O importante é decidir como irá utilizar o tempo, e não deixar que ele domine suas vontades.  Ser cobaia pode ser no mínimo interessante, então a experiência de passar um dia inteiro sem relógios e alarmes irá mostrar quão produtivo este dia pode ser (caso faça isso me conte como foi).
Sinto muito se esse texto não contém nenhuma lista com 5 passos incríveis para otimizar as horas  do seu dia, mas é que ele faz parte das coisas que servem apenas para passar o tempo.